Os sete pecados do swing

Decidiu experimentar swing, e agora? Há comportamentos proibidos?

Os sete pecados do swing

Conhecidos como os pecados do swing, saiba como agir para não tornar uma experiência excitante num momento de desilusão e stress.

1.Crise de ciúmes.

Temida por todos , uma crise de ciúmes corta o ambiente de qualquer encontro a três ou mais. Embora o ciúme seja muitas vezes incontrolável e irracional, deve tentar focar-se no prazer do momento. Lembre-se que todos concordaram em estar ali, que definiram bem as re

gras e que não as irão quebrar. Em nada influencia o bom funcionamento do casal, muito antes pelo contrário. Relaxe e deixe-se levar pela experiência.

2.Dispensar protecção.

Esta é talvez a regra de ouro mais indispensável e a única que não deve ser quebrada. Prazer é importante mas é ainda mais necessário segurança e responsabilidade. Numa noite de swing é natural que troque de parceira e orifício mas deve lembrar-se que deve sempre trocar de preservativo em qualquer das ocasiões. Sexo seguro é indispensável para que todos garantam a sua saúde sem correr riscos desnecessários.

3.Ansiedade.

Muitas vezes incontrolável, os nervos chegam na hora de experimentar algo novo. Mas lembre-se que o swing é uma oportunidade para realizar fantasias e não para estar nervoso. Deve relaxar, lembrando-se que não será obrigado a fazer nada que não queira, e sobretudo desfrutar do momento. Atingir o orgasmo não e obrigatório e se a experiência não estiver a ser do seu agrado, pode sempre voltar atrás. Ninguém o irá julgar.

4.Vergonha

Medo de tirar a roupa ou vergonha do seu corpo são absolutamente proibidos. Ali ninguém estará a observar a celulite ou os quilos a mais. Os pudores não são bem vindos numa casa de swing. Todos devem estar confiantes e seguros de si mesmos.

5.Restrições em demasia Os sete pecados do swing

O casal deve estabelecer regras que terão de ser respeitadas para que o amor e harmonia se mantenham no casal. Mas quanto as regras são em demasia, perde-se a diverso. Há casais que proíbem praticamente tudo acabando por não aproveitar o momento. A ideia é viver um momento de prazer puro sem tabus ou restrições em demasia. Só assim a experiência valerá a pena.

6.Demasiada hesitação

Já no clube, a hesitação em demasia pode ser prejudicial. Encontrar defeitos em todos os casais ou negar todo o tipo de experiências, mostra que se calhar ainda não está preparado para avançar no swing. Se decidiu experimentar, não hesite. Escolha alguém com gostos semelhantes e aventure-se com o companheiro.

7.Luta pela atenção

Numa experiência a quatro ou a mais, há sempre alguém que vai ficar momentaneamente mais sozinho, quanto os restantes se divertem. Isto pode acontecer caso um dos casais decida experimentar sexo a três por exemplo. Mas se isso acontecer, não lute pela atenção, especialmente pela do seu companheiro. Lembre-se que para ele/a, estar com uma pessoa nova é bastante excitante sendo natural que se “perca” um pouco e acabe por dar uma atenção extra ao elemento que é novidade. Se isso acontecer, puxe-o para si com sensualidade ou junte-se à brincadeira. Em último caso observe e masturbe-se mas não tenha crises de ciúmes. Acabará por estragar a festa para si e para os outros.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION

sixteen − one =