Filipa e Paulo, um estilo de vida fora do comum

Filipa e Paulo praticam swing, embora recentemente. Foi Paulo quem convenceu Filipa alegando que poderia melhorar o casamento. E conseguiu?

Como surgiu a ideia de praticar swing?

Paulo: Uma vez li num fórum uns homens a comentar o bom que era praticar swing. Sempre tive um fetiche por praticar sexo em grupo mas nunca pensei fazê-lo com a minha namorada.

Como abordou o tema?

Paulo: Um dia ao jantar tentei puxar a conversa para o tema e a Filipa não reagiu muito bem.Filipa e Paulo praticam swing, embora recentemente. Foi Paulo quem convenceu Filipa alegando que poderia melhorar o casamento. E conseguiu?

O que pensou Filipa?

Filipa: Automaticamente pensei: ele está farto de mim. Já não me deseja, precisa de outras mulheres. Senti-me triste, magoada, suja.

Como a convenceu?

Paulo: Não foi nada fácil (risos). Achei que só mostrando alguns argumentos razoáveis a conseguia convencer. A Filipa tem uma mente aberta mas no diz respeito ao sexo era muito conservadora. Pensei que tinha de ir por aí. Por isso perguntei se queria experimentar primeiro só com um homem.

Uma ménage?

Paulo: Sim, disse que não me envolveria com uma mulher na primeira vez, e que não tínhamos de la voltar se ela não quisesse. Era arriscado para mim, mas era a única maneira de a convencer.

Foi mesmo assim Filipa?

Filipa: Bem, eu fiz o trabalho de casa. Pesquisei os benefícios, ponderei bem. Nós éramos namorados na altura e eu pensei..bem porque não? Principalmente depois de ele me dizer que não tínhamos de lá voltar.

Como correu a primeira experiência?

Filipa: Acabámos por nos envolver os quatro. O ambiente ajudou. Depois de lá estarmos já não parecia tão errado. Principalmente depois de ver os casais que lá estavam. Eram pessoas perfeitamente normais.

Repetiram?

Paulo: Só mais umas vezes, entretanto casámos e decidimos aproveitar a lua de mel. Mas vamos voltar!

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION