Swing um conceito que prolonga relações no tempo

O swing é uma filosofia de vida a dois e pode tornar uma relação mais sólida. Estudos indicam que os casais swingers são mais felizes no casamento e têm menor taxa de divórcio do que casais que seguem os cânones tradicionais. E dizem ter uma maior satisfação emocional e sexual, para além de índices mais altos de intimidade e compromisso.

No swing os casais são confrontados com os seus desejos mais íntimos e com a vontade de partir numa viagem de descoberta a dois, enfrentando inibições e receios com quem se quer partilhar tudo. E não é isso o amor? Estas ideias são o que o fazem durar.

Comunicação

Um dos segredos fundamentais para uma boa relação é a comunicação, que é mais do que dizer o que se pensa e quer, é também ouvir e compreender o outro. Para haver uma boa comunicação é preciso haver honestidade, individual e para com a nossa cara-metade. Não se pode mentir ao nosso parceiro e nunca a nós mesmos.

Uma boa comunicação não evita conflitos, mas ajuda a resolvê-los, olhos nos olhos. Se as vias de comunicação – na emissão e na recepção – estiverem abertas a ligação do casal fortalece-se, porque o que surge da individualidade de cada um passa a ser matéria para os dois.

Um casal que partilhe o seu espaço íntimo com outros tem que comunicar bem para perceber o que cada um quer e como os seus desejos se enquadram na sua relação.

Respeito

Falar e ouvir não servem de nada se for para menosprezar o outro. Abertura e frontalidade são fundamentais, não se pode ter medo com quem se quer partilhar tudo. O respeito vai de mão dada com a confiança: não é só aceitar as ideias do outro mas também não o controlar.

Sabendo o que cada um quer e sabendo como o comunicar, o espaço para equívocos é menor, e ambos estarão mais confortáveis porque sabem que estão no mesmo comprimento de onda.

Partilha

Todas as aventuras começam com um frio na barriga, e é bom ter a quem dar a mão. Seja uma primeira vez, ou de todas as vezes, viver as experiências em conjunto é o que faz de um casal um casal. A aventura é feita de desfrutar do melhor que podem oferecer ao outro, do que lhe dá prazer, e de receber também. A dois, pelos dois.

Auto-estima

Podem ser metade de uma relação mas, acima de tudo, são indivíduos e entidades independentes. Isso é o que vos define.O amor de outro pode ajudar a desenvolver o amor próprio, mas é da responsabilidade de cada um tratar de si, fisicamente e psicologicamente. Amor próprio é também saber pedir ajuda quando é preciso.

O estilo de vida obriga a que nos olhemos bem de perto, por dentro e por fora. Se não gostarmos de nós, será mais difícil que alguém goste.

Cumplicidade

A relação é maior do que a soma dos dois .Ao exporem-se mutuamente passam a conhecer-se melhor e tornam-se cúmplices. E poucas coisas unem tanto duas pessoas como a cumplicidade. Além disso, se não querem que os outros saibam sobre o vosso estilo de vida, guardá-lo apenas para vocês apimenta ainda mais a coisa.

O segredo não está no swing, mas no casal que aplicar estes conceitos e atitudes. Quem o fizer, terá uma relação muito mais feliz e satisfatória. Seja swinger ou não.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION